Conecte-se agora

Espírito Santo

Emplacamento total na Vitória Motors

Publicado

em

A Vitória Motors Mercedes-Benz, concessionária exclusiva da marca no Espírito Santo, está com condições facilitadas para quem adquirir os modelos GLA 200 Style e CLA 180. Os dois veículos  podem ser adquiridos na concessionária com emplacamento grátis para o Espírito Santo. A promoção é válida para todo o mês de novembro. A Vitória Motors Mercedes-Benz fica localizada na Reta da Penha e funciona neste sábado até às 14h.

 

Fonte: Aldeia Conteúdo 

Especial Salão do Automóvel de SP 2018

KIA lançará 3 modelos em 2019: Rio, Stonic e Novo Cerato

Publicado

em

A KIA trouxe belas novidades para o Salão do Automóvel 2018, em São Paulo/SP. Seu estonteante estande estrategicamente localizado na entrada do evento aguça a curiosidade e desejo dos apaixonados por carros.

A montadora coreana já anunciou que pretende lançar no Brasil ao menos 3 modelos em 2019. São eles: Kia RioKia Cerato (repaginado), e o Kia Stonic, este do vídeo abaixo.

A Kia promete entrar de cabeça no concorrido segmento dos SUVs compactos. O Stonic deverá ser importado do México no ano que vem e brigará com fortes concorrentes do naipe do Honda HR-V, Hyundai Creta, Nissan Kicks, Renault Captur e do futuro lançamento da Volkswagen, o T-Cross.

O Stonic do salão de São Paulo é europeu e possui motor 1.0 turbo de três cilindros e 120 cv. Porém o modelo a ser vendido no Brasil terá motor 1.6 flex, o mesmo do Cerato. O preço do importado será na faixa de R$ 100 mil.

A Kia também trará do México o Cerato. O sedã médio chega em sua nova geração prometendo brigar de igual para igual com  o Corolla, o Cruze, e o Civic. Será?

Como essa nova geração do Cerato será maior, abrirá uma lacuna no portfólio da marca que deverá ser preenchido pelo Kia Rio, que inclusive já foi homologado no Brasil. A versão hatch concorrerá com o Polo enquanto o modelo sedã brigará com o Virtus.

Agora é esperar o lançamento oficial desses belos carros. A Kia estava precisando dar uma sacudida para ficar em evidência novamente.
E nós agradecemos!!!

 

Por: Alberto Panetto / Clicarros

Continue Lendo

Avaliações

Testamos o Jaguar E-Pace, o modelo mais barato da marca.

Publicado

em

Com o crescimento dos SUV no mercado brasileiro, cada vez mais as montadoras tem apostado nessa categoria, inclusive os premium. Pensando nessa gama crescente a Jaguar apresentou o F-Pace, novidade da marca pois se tratava do seu primeiro SUV.

Em 2018 a montadora apresentou seu segundo SUV, porém mais compacto. O modelo foi lançado sob a mesma plataforma do Range Rover Evoque porém com mudanças estruturais para melhor desempenho dinâmico, já que o Range Rover é mais focado em fora de estrada.

Apesar de que o Jaguar E-Pace é conhecido como Baby F-Type ou filhote de F-Type, ele é bem independente e traz uma identidade diferenciada, mas não chega a ser uma exclusiva, pois divide com alguns outros modelos.

O modelo tem sua frente bem imponente e um pouco parecido com a do F-Type, com os faróis e capô mais parecido com a do super esportivo da marca. Olhando pela lateral você percebe seu desenho mais cupê, fazendo um caimento na traseira, onde ele segue um pouco mais parecido com F-Pace.

Foto: Gustavo Lopes

A versão que testamos cedido pela Land Vitória, foi a R-Dynamic de 250cv. Nessa versão mais esportiva ela tem diferença das demais versões, onde ganha novo para-choque com desenho mais apimentado dando o ar de esportividade com faróis de neblina mais abaixo e uma espécie de spoiler e o farol com máscara negra e led diurno, além de contar com direcionamento do farol.

Ele conta com rodas de aro 20 escurecido, apliques pretos, nomenclatura R-Dynamic na lateral, grade e capô.

Interior

O Interior é agradável, apesar do painel ser minimalista, mas bem completo com tudo o que precisa.

Os bancos são extremamente confortáveis, apesar do estilo esportivo, conta também com ajustes eletrônicos.

O interior do E‑PACE oferece materiais de alta qualidade. A cabine envolve o motorista como um cockpit, com todos os controles e botões de fácil alcance. O E‑PACE inclui sistema de infoentretenimento Touch Pro com um monitor de 10” em estilo tablet.

Na parte traseira é um pouco difícil de entrar por se tratar de uma estrutura cupê, mas tem bom espaço para os três passageiros que vão no banco traseiro, mas dependendo da altura da pessoa pode incomodar.

Foto: Gustavo Lopes

Ao volante

O E-Pace conta com um motor super esperto, não podemos dizer que se trata de um esportivo, mas tem seu lugar. Tem boas retomadas e excelente torque. Seu câmbio é sempre de 9 marchas independentemente da versão. Pode ser feita as trocas de marchas manual, mas confesso que não é necessário pois o modelo tem ótimas trocas e na hora certa.

E-Pace usa o novo motor 2.0 turbo da família Ingenium, calibrado para duas potências: 250 cv e 300 cv, tração integral.

O que testamos é o 250 cv, seu 0 a 100 é em 7s e sua velocidade máxima é de 230 km/l. Seu consumo ficou nos 6 km/l.

O porta-malas comporta bons 577 litros, mas o tampão do porta-malas é manual, uma pena não ser eletrônico, mas em compensação é bem leve.

O modelo está disponível na concessionária Land Vitória e sendo comercializado a partir de R$ 228.200, já à versão que testamos R-Dynamic 250 cv sai no valor de R$ 256.700.

 

Continue Lendo

Avaliações

Spin 2019, pronta para conquistar novos lares

Publicado

em

Com novo visual a Spin 2019 chega com vontade de conquistar novo público e isso ela vai conseguir pois seu desenho atrai novos olhares, e olhares mais jovem.

Tentando tirar a fama ruim de capivara, como era conhecido, a nova geração chega muito mais jovial com nova dianteira, nova traseira, faróis e lanternas novas e nova configuração para 7 lugares e é sobre essas mudanças que vamos falar agora.

Foto: Dayane Barreiros

A GM que antes chamava o modelo de monivan, agora passa a classificar de crossover em 4 versões, LS, LT, LTZ e Activ com preços que parte dos R$ 64.690.

O carro ficou muito mais bonito do que sua versão anterior, apesar de sempre gostar do modelo. O crossover ganhou nova dianteira, bem parecido com o Cobalt. Nessa mudança ele ganha novos faróis, mais na horizontal, uma grade mais reta onde o capô fica mais curto. Além disso ele ganha alguns cromados na grade. O para-choque também foi atualizado.

Na traseira, agora ele composto com lanterna bipartido na horizontal que é dividido na tampa do porta-malas e na coluna.

Interior

No interior as mudanças foram mais discretas, como no painel que ganhou algumas texturas e o painel de instrumentos que agora compartilha com ao do Tracker.

Foto: Dayane Barreiros

Na versão que testamos, a LTZ ele é equipado com bancos de couro na cor marrom, que compõe o painel e forros de portas. Ficou faltando o apoio de braço.

7 Lugares

Agora a Spin foi reajustada na configuração de 7 lugares, que agora fica mais fácil de utilizar.

Foto: Dayane Barreiros

Com essa mudança ele ganha sistema de corrediça para deslizar para frente e para trás, assim conseguindo controlar o espaço de quem vai na fileira do meio e para quem vai na última fileira. Ainda os bancos tem sistema de entrada curva na parte de trás dos bancos, assim as pernas fluem mais.

 

 

 

Motorização

Na mecânica, o motor é o mesmo 1.8 Eco com até 111 cavalos e 17,7 kgfm, tendo transmissão de seis marchas, manual ou automática. A Chevrolet Spin 2019 ganhou também calibração modificada em molas e amortecedores, a fim de ficar mais suave ao rodar. O monovolume vai de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos no automático e 11,3 segundos no manual.

Consumo

Seu consumo conosco durante os 7 dias que ficou em nosso QG fazendo um misto de cidade e estrada ficou em 10km/l, o que não é nada ruim comparado ao seu tamanho. Vale ressaltar que esse consumo foi utilizando os 7 lugares e sempre com o ar condicionado ligado.

Segurança

Em questão de segurança ele se sai bem, mas ao mesmo tempo ruim.

O lado bom é que conta com cinto de segurança de três pontos em todos os bancos, apoio de cabeça para todos e isofixo. O ruim é que tem apenas airBag frontal e não conta com controle de estabilidade.

Foto: Dayane Barreiros

Ao volante

O modelo é bem suave, confortável de dirigir. Tem boas retomadas nas trocas de marchas.

Seu espaço é muito bom, andei na fileira do meio, andei na última fileira e o espaço foi bom, apesar de que na última fileira fiquei um pouco apertado, por causa da minha altura, mas nada que incomodasse, mas recomendo que vá uma criança ou um adulto com média de 1,60m.

Outra novidade da Spin é versão Activ, que agora possui 7 lugares e agora perde o estepe externo e passa a ficar no interior do modelo.

A versão que testamos foi a LTZ, que custa R$ 84.094,00 mas as versões partem de R$ 64.690 à R$ 85.690,00.

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro