Conecte-se agora

Lançamento

NOVO RENEGADE 2019: MAIS INOVADOR, MAIS JEEP

Publicado

em

O Renegade reinventou o segmento de SUV chega à linha 2019, nas concessionárias Vitória Motors Jeep de Vitória, Vila Velha e Serra.

Com evoluções em design, conectividade, tecnologia, capacidade, segurança e equipamentos. Entre os destaques estão a iluminação frontal de LED, a maior tela multimídia do segmento, com 8,4 polegadas, novas rodas, entre elas uma exclusiva de aro 19”, novo para-choque nas versões Flex se traduz no maior ângulo de entrada da categoria e a grade redesenhada é um refinamento do estilo icônico da marca.

Algumas versões ganharam novas combinações de cores. O porta-malas 47 litros maior vira padrão no modelo Flex e o console central ganha mais praticidade

Único no segmento a não derivar de carro de passeio e a ter motor a diesel, câmbio de nove marchas, tração 4×4 com reduzida, controle de descida e seletor de terrenos, além da suspensão independente nas quatro rodas em todas as versões

Foto: Divulgação

Primeiro produto da fábrica mais moderna do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) do mundo, em Pernambuco, o modelo inaugurou uma nova era da Jeep no Brasil, firmando-a na nona posição em vendas. Sozinho, o Renegade já acumula 160 mil emplacamentos apenas no mercado interno. E, mais do que isso, de cada cinco SUVs vendidos no país atualmente, um é Jeep – o número exato é de 22% de participação, liderança absoluta na categoria.

O novo frontal exibe a grade com um redesenho nas tradicionais sete fendas, um pouco mais baixas. Nas versões Limited e Trailhawk, os faróis agora são de LED, tanto os principais quanto os de neblina, bem como as luzes diurnas (DRL). Não à toa, o “rosto” do Renegade está ainda mais alinhado com o da nova geração do Jeep Wrangler, ícone máximo da marca. Esse conjunto de iluminação, com alcance mais de 50% superior ao padrão atual (de lâmpadas halógenas), também está disponível como opcional nas opções Longitude.

Sempre de liga leve, as rodas ganharam novos desenhos em todas os Renegade, com destaque para o Limited, que exibe aros de 19” polegadas, medida exclusiva no segmento. Por sinal, nessa configuração, as rodas têm duas inéditas opções de cor, de acordo com a pintura da carroceria.

Quando o Renegade Limited é Cinza Antique, os contornos das aberturas da grade dianteira e as rodas são grafite. Se o veículo é na cor Deep Brown (disponível apenas nesta versão), tais detalhes ostentam acabamento bronze, com a grade grafite. Nas demais tonalidades do Renegade Limited, a grade, as rodas e outros pontos são em prata acetinado. Há duas novas pinturas: Jazz Blue e Billet Silver, esta exclusiva para os Longitude.

Mais conectividade

A partir das versões Longitude, o Novo Renegade 2019 passa a contar com a maior tela multimídia da categoria, de 8,4 polegadas. Ela faz parte do mesmo sistema Uconnect aplicado no “irmão maior” Jeep Compass, outro sucesso sem paralelo no segmento. Dessa forma, é possível parear o smartphone por meio das interfaces Android Auto e Apple Car Play, para acessar pelo monitor do veículo aplicativos de navegação, como Google Maps e Waze e de música, a exemplo do Spotify e Deezer, apenas para citar alguns.

Conforto e praticidade

Atrás, a tampa traseira ganhou uma maçaneta externa, que torna a abertura mais fácil e ergonômica. Ao fazer isso, é possível conferir que agora o porta-malas de todas as versões agora comporta 320 litros. São 47 litros extras, obtidos com a adoção do estepe temporário – que as opções Flex já haviam recebido no início deste ano. A exceção é o Trailhawk, que manteve o estepe full size por conta de sua vocação maior para o fora de estrada.

Na cabine, a mais bem original e bem acabada do segmento, a área central recebeu um cuidado especial e foi redesenhada. Os comandos do ar-condicionado são novos, bem como os porta-objetos, mais numerosos e espaçosos. Tanto o que fica à frente da alavanca do câmbio quanto o posicionado entre as poltronas, onde se abriu um novo nicho, para acomodar itens como um telefone celular. Nas versões Diesel, o botão giratório do Selec-Terrain subiu um pouco para gerar mais amplitude na área ao redor.

O Renegade 2019 continua sendo o modelo com mais opções de personalização na categoria. E o consumidor pode escolher até como e quando comprar os mais de 60 itens da linha Jeep Authentic Accessories. Eles podem ser encomendados já no momento da aquisição do veículo, por meio dos kits do programa Custom Shop, que proporciona a instalação ainda na fábrica a preços convidativos, ou adquiridos nas concessionárias, de forma avulsa ou em combos, que reduzem os valores dos acessórios em, no mínimo, 10%.

 

 

Continue Lendo
Propaganda Acesse o site da ServerPro
Clique para comentar

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avaliações

Testamos o Jaguar E-Pace, o modelo mais barato da marca.

Publicado

em

Com o crescimento dos SUV no mercado brasileiro, cada vez mais as montadoras tem apostado nessa categoria, inclusive os premium. Pensando nessa gama crescente a Jaguar apresentou o F-Pace, novidade da marca pois se tratava do seu primeiro SUV.

Em 2018 a montadora apresentou seu segundo SUV, porém mais compacto. O modelo foi lançado sob a mesma plataforma do Range Rover Evoque porém com mudanças estruturais para melhor desempenho dinâmico, já que o Range Rover é mais focado em fora de estrada.

Apesar de que o Jaguar E-Pace é conhecido como Baby F-Type ou filhote de F-Type, ele é bem independente e traz uma identidade diferenciada, mas não chega a ser uma exclusiva, pois divide com alguns outros modelos.

O modelo tem sua frente bem imponente e um pouco parecido com a do F-Type, com os faróis e capô mais parecido com a do super esportivo da marca. Olhando pela lateral você percebe seu desenho mais cupê, fazendo um caimento na traseira, onde ele segue um pouco mais parecido com F-Pace.

Foto: Gustavo Lopes

A versão que testamos cedido pela Land Vitória, foi a R-Dynamic de 250cv. Nessa versão mais esportiva ela tem diferença das demais versões, onde ganha novo para-choque com desenho mais apimentado dando o ar de esportividade com faróis de neblina mais abaixo e uma espécie de spoiler e o farol com máscara negra e led diurno, além de contar com direcionamento do farol.

Ele conta com rodas de aro 20 escurecido, apliques pretos, nomenclatura R-Dynamic na lateral, grade e capô.

Interior

O Interior é agradável, apesar do painel ser minimalista, mas bem completo com tudo o que precisa.

Os bancos são extremamente confortáveis, apesar do estilo esportivo, conta também com ajustes eletrônicos.

O interior do E‑PACE oferece materiais de alta qualidade. A cabine envolve o motorista como um cockpit, com todos os controles e botões de fácil alcance. O E‑PACE inclui sistema de infoentretenimento Touch Pro com um monitor de 10” em estilo tablet.

Na parte traseira é um pouco difícil de entrar por se tratar de uma estrutura cupê, mas tem bom espaço para os três passageiros que vão no banco traseiro, mas dependendo da altura da pessoa pode incomodar.

Foto: Gustavo Lopes

Ao volante

O E-Pace conta com um motor super esperto, não podemos dizer que se trata de um esportivo, mas tem seu lugar. Tem boas retomadas e excelente torque. Seu câmbio é sempre de 9 marchas independentemente da versão. Pode ser feita as trocas de marchas manual, mas confesso que não é necessário pois o modelo tem ótimas trocas e na hora certa.

E-Pace usa o novo motor 2.0 turbo da família Ingenium, calibrado para duas potências: 250 cv e 300 cv, tração integral.

O que testamos é o 250 cv, seu 0 a 100 é em 7s e sua velocidade máxima é de 230 km/l. Seu consumo ficou nos 6 km/l.

O porta-malas comporta bons 577 litros, mas o tampão do porta-malas é manual, uma pena não ser eletrônico, mas em compensação é bem leve.

O modelo está disponível na concessionária Land Vitória e sendo comercializado a partir de R$ 228.200, já à versão que testamos R-Dynamic 250 cv sai no valor de R$ 256.700.

 

Continue Lendo

Geral

TRACKER ADICIONA CONTROLE ELETRÔNICO DE ESTABILIDADE E DE TRAÇÃO NA VERSÃO LT

Publicado

em

A linha 2019 do SUV urbano da Chevrolet agora está completa. Depois da apresentação do Tracker Midnight, é a vez das versões LT e Premier chegarem com mudanças.

A principal delas é a incorporação do sistema de controle eletrônico de estabilidade à versão LT. O modelo de entrada passa a somar também controle de tração e assistente para partidas em rampas. Estas tecnologias já eram ofertadas nas demais configurações.

“O design sofisticado, o pacote de segurança e de conectividade total mais o motor turbo com transmissão automática de série proporcionam ao usuário do Tracker a mais completa experiência entre os SUV urbanos, independentemente da opção de  acabamento”, observa Rodrigo Fioco, diretor de Marketing de produto da Chevrolet.

Para o executivo, este é o motivo que levou o Tracker a ser o SUV que mais cresceu em volume de vendas no mercado nacional no acumulado deste ano (janeiro a setembro). Neste período, os emplacamentos saltaram de 7,9 mil unidades em 2017 para 19,9 mil unidades em 2018.

Para quem busca um SUV urbano ainda mais equipado, a Chevrolet disponibiliza o Tracker Premier, que oferece, entre outros itens, alerta de colisão frontal, alerta de ponto cego, câmera de ré com alerta de tráfego cruzado, teto solar, airbgs laterais e de cortina, banco do motorista com ajuste elétrico lombar, farois e lanternas com LED, rodas aro 18, ignição por botão, destravamento das portas por chave presencial, além de acabamento premium da cabine.

A versão topo de linha do Tracker 2019 passa a ser caracterizada por um novo emblema “Premier” na tampa traseira. A peça, que é cromada, acompanha o mesmo estilo adotado pela Chevrolet a partir de então.

Outra novidade é o Tracker Midinight, de estilo “todo preto” que deixa o veículo com aspecto mais esportivo e provocador, típico de carros customizados. O modelo traz ainda a gravata Chevrolet com fundo preto em vez do tradicional dourado.

Tracker LT ganha em segurança e comodidade

A versão de entrada do Tracker sempre se destacou pelo conjunto de série: motor flex turbo de 153 cv e 24,5 kgfm de torque, transmissão automática de seis velocidades e a conectividade total do sistema de telemática avançada OnStar e o multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay.

O modelo LT incorpora na linha 2019 o sistema de controle eletrônico de estabilidade, o controle de tração e o assistente para partidas em rampas.

O controle eletrônico de estabilidade é capaz de identificar perda de estabilidade e atuar automaticamente freando as rodas de maneira assimétrica ou mesmo reduzindo a aceleração do motor para que o motorista consiga manter o máximo controle possível do veículo.

Já o controle de tração evita que as rodas girem em falso durante arrancadas ou acelerações, reduzindo o torque do motor para otimizar a aderência e garantir melhor desempenho.

Útil em aclives, o assistente para partidas em rampas pode manter os freios acionados por até três segundos, tempo suficiente para que o motorista tire o pé do breque e pressione o pedal do acelerador sem que o veículo recue.

A versão de entrada do Tracker conta ainda com rodas de liga leve, faróis auxiliares, ar-condicionado, sistema Isofix para fixação de cadeirinha infantil, sistema de som com 6 alto-falantes com tweeter, além de retrovisores elétricos, travas e vidros com comandos remotos e computador de bordo com indicador da vida útil do óleo em percentual.

O Tracker é ofertado em cinco opções de cores: Branco Summit, Preto Ouro Negro, Prata Switchblade, Cinza Graphite e Vermelho Glory. A garantia do veículo é de três anos.

 

 

 

Fonte: Imprensa Chevrolet

Continue Lendo

Avaliações

Volvo XC60 D5 pronto para domar o mercado de SUV Premium

Publicado

em

A Volvo, conhecida como a marca de automóveis mais segura do mundo, agora tem o seu melhor momento, a mesma fechou o mês de setembro sendo líder de vendas no segmento de veículos Premium vendidos no Brasil. A marca apresentou crescimento de 18,4% no mês de Setembro, sendo isso 1.990 unidades emplacas em 2018.

Pensando nesse crescimento, a Volvo apresentou o novo XC60 diesel para alguns jornalistas da região sudeste e o nós estávamos lá para conferir o modelo mais vendido da marca.

O Volvo XC60 marcou e marca até hoje a história da Volvo no Brasil, o modelo é o SUV esportivo que mais se vê pelas ruas e com isso ele vai se fortalecendo com novas versões, recentemente foi apresentado a versão hibrida e agora é apresentada a versão diesel do modelo e é sobre essa nova versão que vamos falar agora.

Foto: Gustavo Lopes

Volvo XC60 D5

O modelo é equipado com um motor 2.0 biturbo e quatro cilindros. A potência máxima é de 235 hp e 480 N.m de torque máximo, em pouca rotação, ele fica entre 1.750 e 2.250 rpm. O seu 0 a 100km/h é de 7,2 segundos e sua velocidade máxima é 220km/h.

Segurança e tecnologia

Quando se pensa em segurança logo vem à cabeça o nome Volvo, pois a marca sueca é destaque em segurança e tecnologia e se sai muito bem.

– O XC60 D5 é equipado com o City Safety, que inclui assistente de direção e entra em ação quando a frenagem automática sozinha, não seria suficiente para evitar uma colisão.

– Mitigação de Pista Oposta (Oncoming Lane Mitigation), que ajuda os motoristas a evitar colisões com veículos que se aproximem vindos da pista contrária. Esse recurso funciona ao avisar o motorista distraído que invade a faixa oposta, oferecendo suporte automático à direção e conduzindo o veículo de volta à sua própria pista, fora do caminho de qualquer outro automóvel que esteja vindo. O sistema é ativado entre 60 e 140 km/h;

– Sistema de Informação de Ponto Cego (Blind Spot Information System), que avisa ao motorista sobre a presença de veículos no seu ponto cego. O recurso inclui a função de assistência ao volante, que ajuda a evitar choques em potencial com veículos escondidos num ponto cego ao conduzir o carro de volta à sua própria pista e fora do perigo.

Ao volante

Fizemos um trajeto de 91 km saindo de Ribeirão Preto – SP com destino à Brodowisk – SP e durante esse trajeto pude observar cada detalhe e modos de condução do XC60 D5.

O modelo é rico em detalhes e acabamento, o que chama muita atenção é o seu painel, sua central multimídia é seu principal diferencial, ao invés de se posicionar na horizontal como de costume, ele fica na vertical, dando assim mais visibilidade no caso de mapeamento.

Ainda no painel tem muito couro, bem revestido em toda área, o painel de instrumentos tem boa visibilidade e digital, diferente de alguns de seus concorrentes.

Mais abaixo no console central fica seu cambio de 9 velocidades, freio de estacionamento eletrônico e sua diferente ignição que basta girar para direita para ligar e desligar.

Seus bancos são revestidos em couro, tem ajustes de altura e lombar. Sua central multimídia conta com sistema sensus connect com compatibilidade com Android Auto e Apple Car Play e sistema de antirreflexo.

Impressões ao dirigir

A melhor sensação de estabilidade e controle com o XC60 D5, durante o percurso foi com muita chuva e assim dando uma real percepção da segurança e estabilidade do SUV.

Totalmente estável nas curvas, ainda tive a possibilidade de testar os modos de condução que são fáceis de perceber as mudanças.

Falando de mudanças, as trocas de marchas são bem feitas e super suaves.

O lançamento foi da versão diesel e por se tratar de um motor diesel já se pensa em alto ruído do motor, mas não, ele é bem silencioso diferente de outros veículos a esse tipo de combustível.

Foto:Gustavo Lopes

O motor é bem esperto, é um biturbo de 2 litros com um sistema chamado de Drive-E que nada mais é que uma solução tecnológica pioneira da Volvo Cars para eliminar atraso na resposta do motor ao pisar no acelerador, conhecido como turbo lag. O que o PowerPulse faz é entregar um forte desempenho no arranque do modelo por meio de um sistema de ar comprimido. E isso muito bem posicionado nas retomadas e assim entregando um melhor desempenho ao modelo.

O XC60 D5 Momentum é vendido por R$ 275.950 e a versão D5 Inscription por R$ 289.950

 

 

 

Continue Lendo

Em Alta

Hospedado por ServerPro